ONG Sinhá Laurinha

Home  » RADAR METEOROLÓGICO DO ES
Foi realizada em 28/11/13 a primeira visita técnica ao novo Radar Meteorológico, localizado no Portocel, em Aracruz. O equipamento foi instalado em parceria com a empresa Vale e é o mais moderno da América Latina, com um alcance de 240 quilômetros. Por meio dele, poderão ser emitidos alertas para a população até 3 horas antes de eventos naturais como chuvas fortes. Meteorológico, que possui 30 metros de altura, e conheceram o transmissor e o receptor do equipamento, além de sua antena, localizada no interior do domo.
Os dados fornecidos pela máquina irão contribuir para a precisão dos boletins meteorológicos que serão emitidos pelo Centro de Capixaba de Monitoramento Hidro meteorológico (CCMH). “Este radar é o mais moderno da América Latina e faz parte de uma série de ações do Programa de Adaptação às Mudanças Climáticas, como prevenção aos danos causados após enchentes, assim como os investimentos em macrodrenagem”. “Estas ações irão permitir que o Estado possa agir antecipadamente e evitar os danos causados não só pelas fortes chuvas, mas também para que saibamos como agir também em períodos de estiagem”, A previsão é que o CCMH comece a funcionar no primeiro semestre de 2014. O Radar Meteorológico entrou em fase de testes, nessa quarta-feira (27), e está localizado no município de Aracruz, sendo considerado um dos mais modernos da América Latina.
Por meio dele, será possível prever e monitorar o tempo com um grau de segurança e antecedência que possibilitem a prevenção de desastres. A previsão é de que o serviço esteja disponível online em um mês.
Controle Operacional Outra ação conjunta é a instalação do Centro de Controle Operacional (CCO), que já funciona provisoriamente na sede do Incaper, em Vitória, dotado de um supercomputador (Supercluster).
O monitoramento, que será feito 24 horas por dia, durante todo o ano, irá fornecer informações meteorológicas com previsão do tempo de curto prazo - que contemplará variações verificadas num intervalo de 3 a 12 horas - e de curtíssimo prazo - que mostrará possíveis variações meteorológicas com até 30 minutos de antecedência. Futuramente, ele será transferido para um novo edifício, onde funcionará também a Defesa Civil com o objetivo de que seja criado o Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres.
A modernização do Sistema de Monitoramento Hidro meteorológico irá permitir medir a temperatura, pressão, precipitação de chuvas, velocidade e direção de ventos de forma integrada a um sistema de satélites para operação em regime ininterrupto. Ou seja, com os dados fornecidos pelo Radar Meteorológico, por satélites, pelo Sistema Hidro meteorológico, pelos modelos estatísticos de previsão do tempo.


© 2017 Sociedade Sinhá Laurinha - Todos os diretos reservados